sexta-feira, 6 de maio de 2011

SuperSurf Internacional WQS






Stefano Dornelles é o RS no SuperSurf Internacional WQS

Atleta é o único representante do estado com chance de chegar na final da competição

O surfista torrense Stefano Dornelles foi o melhor gaúcho nas disputas do SuperSurf Internacional WQS, realizado desde terça-feira (03) até o próximo domingo (08/05), na praia de Atlântida, em Xangri-lá. O evento é qualificado como cinco estrelas, distribui U$ 120.000,
além de 2.000 pontos para o ranking do certame.

O segundo dia de competição – pois na terça-feira o mar não apresentou condições favoráveis – foi de muito sol, calor e boas ondas na praia de Atlântida, junto a Plataforma. O show de surf começou cedo, com o atleta gaúcho Gustavo Bertotto encarando Peterson Rosa, Fabio Carvalho e Argus Diniz. Bertoltto conseguiu a terceira colocação ficando de fora da próxima fase.

Felipe Kita Martins não conseguiu surfar boas ondas, sendo eliminado na disputa contra Paulo Moura, Ulisses Meira e John Max. Tiago Braga não resistiu, sendo derrotado por Raphael Becker, Alan Jhones e Bruno Galini. Pedro Gross não obteve êxito ao enfrentar Odirlei Coutinho, Dennis Tihara e Samuel Igo de Souza. Renan Borba foi eliminado ao enfrentar Renato Galvão, Jorge Spanner e Vinícius Fornari. Daison não avançou ao encarar Jano Belo, Dunga Neto e Artur Silva. Jéferson Comarú perdeu a chance de passar enfrentar os 48 melhores ao competir com o francês Vincent Duvignac, Ian Gouveia e Magno Pacheco. Robson Gobbato enfrentou mas não conseguir se garantir na próxima fase após encarar David do Carmo, Manuel Selman e André Gonçalves. O torrense Denis Machado competiu com Victor Ribas,
Ruda Carvalho e Bernardo Lopes, sem conseguir a vitória.

Stefano Dornelles foi o melhor gaúcho até esta fase das disputas. “Tenho treinado bastante e para mim a bateria só acaba quando soa a sirene. Até lá eu luto concentrado para obter o melhor resultado possível. Foi uma bateria bem difícil, com um intervalo grande entre as ondas. Eu precisava de uma onda que possibilitasse uma nota alta e ela veio. Briguei por ela, consegui na remada entrar, dei uma primeira manobra com velocidade, caprichei na segunda que foi bem valorizada pela arbitragem. Cavei na base, dei uma batida virando para dentro jogando bastante água, muito caprichada. Graças a Deus fui coroado com a classificação. Agora é concentrar para amanhã conseguir mais um bom resultado, depois outro e por aí vai”, finalizou o único gaúcho classificado para a fase dos melhores 48 colocados.

O público conferiu de perto mais um dia de muito surf e uma estrutura de qualidade para proporcionar conforto bem-estar para os amantes do esporte dos reis polinésios. Além da audiência qualificada na beira da praia, os internautas não perderam um único detalhe das disputas através do endereço www.supersurf.com.br.

Gabriel de Mello

Assessoria de Comunicação da Federação Gaúcha de Surf

51 99429922 - @FGSurf – imprensafgsurf@gmail.com