segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Atlântida conhece os primeiros do ranking do ano de 2010



O Rio Grande do Sul conheceu seus primeiro campeões do circuito Amador de Surf de 2010
Rodrigo Freitas foi o melhor surfista do Banrisul Pro Tour de Surf Amador
O final de semana (30 e 31/01) marcou a abertura do circuito Gaúcho de Surf Amador de 2010, com a realização do Banrisul Pro Tour de Surf Amador, na praia de Atlântida, em Xangri-Lá. Ao todo nove categorias estiveram em disputa por duas passagens aéreas para o Peru e pranchas Tallow`s zerinho.
O grande campeão foi o surfista Rodrigo Freitas, o Bolacha, que conseguiu somar 8,65 em suas duas melhores ondas. Com esta vitória o atleta garantiu sua passagem aérea para o Peru, além dos pontos no ranking do Gaúcho. A segunda colocação ficou nas mãos de Felipe Pedra Martins (8,30), seguido por Cristiano Tião Cardoso (8,10) e Ki Fornari (7,35).

O i9 Hidrotônico Air Show foi alucinante. Os atletas duelaram com manobras ousadas e que arrancou suspiros do público presente na beira da praia de Atlântida. O grande vencedor foi José Luiz Mello, local de Atlântida, que conseguiu mostrar um surf de alta qualidade. De premiação o surfista levou na mala diversos i9 Hidrotônicos para garantir todo o gás até a próxima etapa, em Capão da Canoa no próximo final de semana (06 e 07/02).

O campeão na categoria Sub-12 o melhor atleta foi Luy Arman, que confirmou o favoritismo e levou uma prancha Tallow`s para casa ao somar 10,75 em suas duas melhores ondas. O segundo lugar ficou nas mão de Tito Garcia (3,50).

A galerinha da Sub-14 mostrou um surf de qualidade e com potencial para o futuro. Guilherme Pereira foi o primeiro colocado com 13,75 pontos, enquanto Luy Arman somou 11,00, seguido por Rodrigo Duarte (7,15) e João Pedro de Bortoli (4,70).

Entre as meninas da Sub-14 a surfista Mariana de Bortoli somou 11,50 pontos e garantiu sua prancha nova no quiver. A segunda colocada foi Duda Pletsch (9,16), seguida por Vitória Zapelini (2,40) e Valentina Muller (2,05).

No Feminino Open a vencedora foi Aline Vergara somando 11,50 pontos. Na segunda colocação ficou Mariana de Bortoli que conseguiu 6,10, seguida por Luize de Oliveira (4,70) e Duda Pletsch (2,70).

Na categoria Sub-16 o melhor surfista foi Luy Arman, que garantiu o somatório de 11,00 pontos. O segundo colocado foi Vinícius Carneiro (9,05), o terceiro João Santos (8,80) e o quarto Carlos Reynaud (6,40).

Bruno Carneiro viajará para o Peru com as passagens aéreas para ida e volta na faixa. Ele somou 13,85 pontos em suas duas melhore notas e não deu mole para ninguém, garantindo o título da categoria Sub-18. A segunda colocação ficou nas mãos de Eduardo Santos (6,25), a terceira com Viniciús Carneiro (5,15), irmão de Bruno, e na quarta colocação o atleta Tobias Gruber que somou apenas 3,60 pontos.

Bruno Carneiro acredita que esta passagem lhe ajudará a melhorar meu surf. “Estou feliz por conquistar esta passagem logo na primeira etapa. Agora quero conquistar mais uma para levar meu irmão junto. Já combinei com o Luis Saraiva, que já tem uma passagem, para irmos junto. Ele me ajuda bastante com meus treinamentos. Mas se ratiarem, derem mole vou faturar as três etapas e garanto a passagem para meu pai, André Carneiro, nem que seja na mala. Estou muito focado e quero vencer”, declarou.

A categoria Six Surf teve um charme especial por reunir atletas que nunca foram ranqueados e nasceram no Rio Grande do Sul. Kaleu Wildner somou 8,55 pontos e ficou na primeira colocação. Cássio Tramontini foi o segundo colocado com 7,65, seguido por Eduardo Santos com 6,10, e Gibran Buffara com 5,00 pontos.

O sábado foi mágico na praia de Atlântida. No mar altas ondas e muito surf de qualidade, enquanto na areia rolou muita gente bonita, clima de azaração, e toda a galera aproveitando o espaço Lounge Party da Coca-Cola, montado junto ao palanque técnico da Federação Gaúcha de Surf sempre ao som de um DJ. Troca de parafina, limpeza e tratamento vip para as pranchas com direito a desenhos irados, Open Bar em diversos momentos do dia, além do Espaço Fisio da ULBRA Torres, garantiram aos atletas e também aos convidados todas as condições para um campeonato perfeito.

Para os atletas desta etapa do Estadual, foi oferecido como premiação passagens aéreas para o Peru, aos campeões da Open e da Sub 18, a fim de proporcionar novas experiências aos surfistas (trecho Porto Alegre/Lima/Porto Alegre). Nas demais categorias foram dadas pranchas Tallow`s aos vencedores. O circuito Gaúcho Amador de 2010 será composto por três etapas, a primeira delas é em Atlântida, a segunda em Capão da Canoa (06 e 07 de fevereiro) e a terceira em Torres (27 e 28 de fevereiro).

O presidente da Federação Gaúcha de Surf, Orlando Carvalho, avaliou como positiva a abertura do circuito Estadual. “Mudamos a formula do Amador para incentivar os atletas que não competiam nas etapas fora de suas praias. Deu certo, conseguimos trazer de volta muitos surfistas que apenas pegavam onda por prazer, mas não competiam. Outro ponto que festejamos é a volta das famílias acompanhando o campeonato do início ao fim. Melhoramos as premiações para que todos tenham inda mais vontade de buscar melhores marcas e evoluírem no seu surf. Estamos comemorando uma etapa acima da expectativa”, finalizou.

O Banrisul Pro Tour de Surf Amador teve a apresentação da Fundergs, contou com o patrocínio do Banrisul, i9 Hidrotônico, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. O apoio ficou por conta da Prefeitura Municipal de Xangri-Lá, Planeta Surf, Tallow`s, Pousada Jomar, Häagen Dazs, Bali Hai, Club Space On Beach, ULBRA Torres, e das revistas Sul Sports e Solto Colegial. A realização foi da Espírito Radical com a supervisão da Federação Gaúcha de Surf.


Gabriel de Mello

Assessoria de Comunicação da Federação Gaúcha de Surf